Nuno Garcia Lopes

  • Com "O repto de Europa", um livro de contos, Nuno Garcia Lopes assinala os 25 anos de edição da sua primeira obra.

    Ver detalhes
  • Há muitas bocas ávidas de pão

    Ver detalhes
  • Como pão para a boca entra na segunda semana com novo design

    Ver detalhes
  • Como pão para a boca - episódio 3 - "Epigrama" de Torquato Tasso

    Ver detalhes
  • Lançar um livro numa noite de recolher obrigatório é quase como estar a viver dentro de um romance.

    Ver detalhes

Biografia

Escritor, contador de histórias e comunicador - a sua obra, distinguida com vários prémios, inclui poesia, conto, literatura infanto-juvenil e monografia.

Nuno Garcia Lopes nasceu em Linhaceira (Tomar) a 27 de Novembro de 1965.

A sua obra inclui dezasseis livros entre poesia, conto, literatura infanto-juvenil e monografia.

Está ainda publicado em antologias, revistas e jornais em Portugal, Espanha e Brasil, tendo sido distinguido com diversos prémios literários.

A palavra está no centro da sua vida. Tem desenvolvido uma acção consistente na área dos livros, como editor, revisor, tradutor e divulgador. Tem trabalhado igualmente nas áreas da comunicação, jornalismo e ensino.

Individualmente ou integrado no colectivo O Contador de Histórias, de que foi um dos fundadores, tem realizado actividades de promoção da leitura, acções de formação, espectáculos de poesia e de contos por todo o país.

Obra Literária

Nos 25 anos de edição, de 27/11/2020 até 27/11/2021, obtenha 25% de DESCONTO em todos os livros de Nuno Garcia Lopes adquiridos através deste site (excepto livros a publicar em 2020 e 2021).

O repto de Europa
Contos
2020
Ver Detalhes
Arremedilho aos homens minúsculos
Poesia
2019
Ver Detalhes
A gramática do assombro
Poesia
2016
Ver Detalhes
A morada secreta de Ceres e Neptuno
Poesia
2016
Ver Detalhes
História de Asseiceira em miúdos
Infantil
2015
Ver Detalhes
Guilherme e o achamento da Senhora do Pranto
Infantil
2015
Ver Detalhes
Greve geral
Poesia
2014
Ver Detalhes
Linhaceira e as suas escolas
Monografia
2013
Ver Detalhes
O dia em que choveu pétalas
Infantil
2010
Ver Detalhes
Os amigos são uma limpeza
Infantil
2004
Ver Detalhes
O livro de dar corda aos sapatos
Infantil
2003
Ver Detalhes
O livro de pentear macacos
Infantil
2003
Ver Detalhes
Lua do Mar
Infantil
2002
Ver Detalhes
Este pão não é de trigo, é de papoilas
Poesia
2001
Ver Detalhes
O sonolento hábito das casas
Poesia
1999
Ver Detalhes
Poemas de constância e desafio
Poesia
1995
Ver Detalhes

Acções

Sessões de contos, poesia, acções de formação ou apresentações de livros. Diga-nos o que pretende.

  • Apresentações do livro "O repto de Europa"

    Apresentações, conversas ou sessões de autógrafos.

    Ver Mais
  • Como pão para a boca

    Nuno Garcia Lopes entrega poemas quentinhos ao domicílio todas as manhãs.

     

    Ver Mais

Agenda

Saiba onde pode encontrar Nuno Garcia Lopes proximamente.

Registos

Textos inéditos e publicados, reflexões e referências.

  • Concluída a segunda semana da rubrica "Como pão para a boca", com a qual tenho levado diariamente a poesia às redes sociais, o balanço é francamente positivo. Uma dezena de bibliotecas, municipais e escolares, da região, já aderiram a esta iniciativa, que está a ser partilhada também por vários municípios. E há já duas mais longínquas que manifestaram a sua vontade de aderir em breve (Peniche e Faro). Com um total de visualizações perto das 20 mil, entre facebook, instagram e youtube, e muitas mensagens de agradecimento pela iniciativa, é claramente uma aposta ganha.

    Além de poderem acompanhar a rubrica diariamente nas redes ou aqui neste site, podem também encontrar aqui todos os episódios já publicados. Usufruam.

    1º episódio - segunda, 8/Fevereiro - "Ser poeta" de Florbela Espanca

    2º episódio - terça, 9/Fevereiro - "Se, depois de eu morrer" de Alberto Caeiro

    3º episódio - quarta, 10/Fevereiro - "Epigrama" de Torquato Tasso

    4º episódio - quinta, 11/Fevereiro - "Amor é um fogo que arde sem se ver" de Luís de Camões

    5º episódio - sexta, 12/Fevereiro - "Dá a surpresa de ser" de Fernando Pessoa

    6º episódio - segunda, 15/Fevereiro - "Retrato de um bêbado" de António Barbosa Bacelar

    7º episódio - terça, 16/Fevereiro - "Ai dona fea, fostes-vos queixar" de João Garcia de Guilhade

    8º episódio - quarta, 17/Fevereiro - "Floriram por engano as rosas bravas" de Camilo Pessanha

    9º episódio - quinta, 18/Fevereiro - "Política" de W.B.Yeats

    10º episódio - sexta, 19/Fevereiro - "Retrato próprio" de Manuel Maria Barbosa du Bocage

     

  • Agora com novo design, da autoria de Duarte Carolino, vencedor do Prémio de Ilustração Pingo Doce em 2020, "Como pão para a boca" entra na segunda semana, hoje com "Retrato de um bêbado", de António Barbosa Bacelar.

  • Nuno Garcia Lopes entrega poemas quentinhos ao domicílio todas as manhãs. No 3º episódio, lê "Epigrama", de Torquato Tasso.

  • "Como pão para a boca", episódio 2

    Nuno Garcia Lopes lê "Se, depois de eu morrer", de Alberto Caeiro.

  • Lançar um livro é sempre uma festa. Afinal é como a apresentação pública de um filho.

    Lançar um livro numa noite de recolher obrigatório é quase como estar a viver dentro de um romance.

    Tudo isto aconteceu na noite de ontem. De celebrações. De memórias. De afirmação de que a cultura está viva.

    A sala muito bem composta pelos que ousaram sair de casa e por todos aqueles que, não podendo, ainda assim lá estavam.

    A tropeçar. De ternura, diria o O'Neill.

    Sim, que a noite foi de ternura e de carinho. 

    Obrigado a todos os que a fizeram.

     

Galeria

Olhares sobre o autor e a sua obra.

  • Lançamento de "O repto de Europa" - foto de Zé Paulo Marques (Tomar, 2020)
  • Nuno Garcia Lopes - foto de Zé Paulo Marques (Tomar, 2019)
  • Nuno Garcia Lopes - foto de Zé Paulo Marques (Constância, 2019)